Sobre o blog

Sejam bem-vindos investidores!

Aqui neste espaço nosso objetivo será de passar informação útil para ajudar você a se tornar um investidor de sucesso no mercado financeiro.

Vamos falar aqui constantemente sobre os investimentos e seus assuntos relacionados, falaremos de análise, empresas, bolsa de valores, tesouro direto, fundos de investimentos, notícias, relatórios, tributação e conceitos sobre investimentos no geral.

Arquivo

Na Web

Acesse nosso canal no
SlideShare e tenha acesso
a conteúdos exclusivos
View renascenca's profile on slideshare

Como calcular taxas de juros?

junho 10th, 2011 por Blog RenaTrader

Uma dúvida recorrente de quem investe refere-se ao cálculo das taxas de juros. A primeira vista realmente confunde bastante, uma vez que são dois modelos que implicam metodologias diferentes. Afinal, como o investidor faz para calcular juros?

Primeiro, vamos falar dos dois tipos de taxas de juros: taxa de juros simples e taxas de juros compostas.

As taxas de juros simples são aquelas em que o valor dos juros por período são constantes. Num empréstimo a juros simples, o valor devido cresce de forma linear.

Nas taxas de juros compostas, os juros de um período são incorporados ao valor devido. Assim, quando novos juros forem cobrados, eles serão cobrados também sobre os juros anteriores, gerando assim os chamados “juros sobre juros”. Num empréstimo a juros compostos, o valor devido cresce de forma exponencial.

O gráfico abaixo ilustra a comparação entre as duas taxas:

Juros Simples vs Juros Compostos

Juros Simples vs Juros Compostos

No mercado financeiro brasileiro utiliza-se o padrão de juros compostos. Para calcular um determinado valor devido, é preciso ter a informação de valor do empréstimo, taxa de juros e período. A fórmula para resolver este problema é:

Juros Compostos

Juros Compostos

Exemplo 1:

Um indivíduo deseja saber quanto deverá pagar por uma dívida de 500 reais com juros de 4% ao mês por dois meses:

Conta Juros Compostos

Conta Juros Compostos

Muitas vezes, porém, queremos saber períodos diferentes da base dos juros.  Por exemplo, muitas vezes queremos saber o resultado de um empréstimo por um mês e quinze dias sabendo a taxa anual. Neste caso é preciso converter a taxa de juros do período à taxa equivalente do período desejado.

A fórmula sofre pequena adaptação, ficando:

Juros Compostos Equivalentes

Juros Compostos Equivalentes

Exemplo 2:

Um indivíduo contraiu uma dívida de 1500 reais com juros de 4% ao mês a ser pago em quatro meses. Após apenas 15 dias ele resolve pagar. Qual o valor justo a ser pago por este empréstimo?

Conta Juros Compostos Equivalentes

Conta Juros Compostos Equivalentes

Apenas a título de curiosidade a fórmula para juros simples é:

Juros Simples

Juros Simples

Por ora é só pessoal.

Publicado em Educação, Investimentos | Tags: , , , , | Nenhum comentário »

Deixe um Comentário

Atenção: Aguarde a publicação do seu comentário, pois eles são moderados e esse processo não é automático.
Por isso, não há necessidade de reenviar o seu comentário.